COMO CONSTRUIR UM CASAMENTO SÓLIDO!

JESUS ESTA PRESENTE EM SUA CASA?
Janeiro 22, 2018
A ORAÇÃO QUE AGRADA A DEUS
Janeiro 25, 2018

Leia Gn. 2:18-25

1) Introdução

O casamento faz parte do projeto de Deus para a vida de todos nós.

O casamento foi instituído pelo Altíssimo. Alias, foi Ele que celebrou o primeiro casamento, conforme lemos em Genesis 2:18-25.

2) A leitura deste texto nos apresenta alguns princípios para que possamos construir um casamento sólido e abençoado:

a. Em primeiro lugar, que Deus resolveu um dos grandes problemas do ser humano – v.18, 20-22

Depois de ter criado todas as coisas Deus disse que tudo era bom. Mas aqui, no verso 18, Deus diz: “Não é bom…”.

Mas o que não era bom ainda? Se tudo era perfeito no paraíso e não havia o pecado, e Deus tinha criado um ambiente de harmonia e paz, o que ainda não era bom?

Não era bom que o homem estivesse só. Até aquele momento todas as espécies criadas tinham o seu par, o seu oposto, menos o homem.

Deus sabia do que Adão precisava: de “uma auxiliadora que lhe fosse idônea (v. 18). Não havia ninguém assim dentre os animais, de modo que Deus criou a primeira mulher e apresentou-a ao homem como sua esposa, companheira e auxiliadora. Ela foi o presente especial de amor que Deus deu a Adão (Gn. 3:12).

A solidão é um problema para muitos, e o homem, o ser humano não nasceu para viver em solidão.

E assim, para resolver isso, Deus criou a mulher. Deus fez cair pesado sono sobre Adão. A Bíblia diz que a mulher foi tirada do lado de Adão, isto é, da sua costela, para revelar sua dependência do homem. Ela não foi tirada da cabeça, pois não é sua função dominá-lo; nem de seu pé, pois não foi criada para ser pisada por ele, mas do lado, para revelar a responsabilidade e dever do marido em protegê-la e cuidar dela.

b. Em segundo lugar, nos faz lembrar que o cônjuge é alguém que foi preparado por Deus. V.23

Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne …”; ou “Esta, sim, é osso … e carne …”

Como disse certa vez o Pr. Josué Gonçalves, parece piada de açougueiro (risos), mas o fato é que estas palavras falam sobre a idéia de que a mulher veio para completar o homem. Ao ouvir de Deus, estas palavras, Adão certamente reconheceu que haveria entre ele e sua mulher um profundo elo de comunhão.

Essa comunhão é experimentada nas escolhas, nos planos, e na vida íntima. Os dois, na verdade “…tornam-se uma só carne….”.

c. Uma terceira verdade que este texto nos apresenta é que no casamento os cônjuges “deixam” seus pais para formar um novo lar – v.24

Este princípio é tão importante que foi citado por Jesus e pelo apostolo Paulo (Mt. 19.5, Ef 5).

“Deixar” significa aqui cortar o cordão umbilical, rompendo os laços de dependência emocional de seus pais. Antes de um casamento, os pais dão segurança, proteção e sustento material. Depois do casamento, o novo casal assume estas responsabilidades.

Esse deixar não implica em abandonar aos pais, pois assim os filhos estariam desonrando-os, mas em assumirem as responsabilidades de uma família.

É um deixar geográfico, financeiro e emocional.

3) Ainda é necessário lembrar que um casamento é como uma casa…..e uma boa casa precisa estar firmada sobre a rocha.

Em Mateus no capitulo 7:24-27, Jesus acerca disso declara:

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha.

E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína. (Mt 7.24-27)

A ênfase desta parábola se resume em três palavras: ouvir, praticar, e edificar.

Não bastar apenas ouvir um bom sermão sobre a família, ou ler bons livros sobre o assunto.

É importante que marido e esposa se esforcem para colocar em pratica o que aprendem, até que as recomendações de Deus se tornem um hábito.

Mudar hábitos que trazemos da nossa criação para o casamento da trabalho, exige força de vontade e esforço. Tem gente que não se esforça pra mudar e vai levando o casamento de qualquer jeito, pensando que vai dar tudo certo.

Nesta parábola Jesus diz que as chuvas cairão, os rios transbordarão, e os ventos soprarão com força contra a casa. As tempestades e os conflitos da vida humana não escolhem classes sociais, idade, procedência ou religião. Na parábola Jesus mostra que as tempestades atingem os dois tipos de casa.

Mas nunca esqueçamos que a casa edificada sobre a rocha, ficara em pé e não se abalará.

E edificar sobre a rocha é resultado dom compromisso de cada um em firmar a vida familiar e conjugal nas promessas e na palavra de Cristo. Assim sendo, quando um marido ou esposa deixam de agir assim, podem comprometer a continuidade do casamento, pois a casa que não se firma sobre a rocha se desfaz diante das dificuldades.

4) Não são as tempestades que destroem relacionamentos…

Os japoneses aprenderam com os terremotos que a melhor forma de construir um prédio resistente, é fortalecendo os seus fundamentos. O que destrói um relacionamento é a falta de fundamento.

A segurança de um relacionamento está na base que o sustenta. Assim sendo meus irmãos, firmem cada um de vocês, suas vidas na rocha, que é Cristo.

Quando uma esposa ou marido se distanciam desta rocha, estão fatalmente caminhando em direção a uma provável falência da relação conjugal.

Portanto, nunca se afastem desta rocha inabalável que é Cristo.

5) Conclusão.

Desejo que vocês sejam felizes e experimentem nestes anos de casamento a graça de Deus sempre renovando a vida de vocês.

Nem mesmo o amor genuíno entre um homem e uma mulher os torna imunes a crises, mas o que os tornará vitoriosos sobre estas crises é o desejo de sempre estarem juntos buscando a vontade de Deus. Por isso, coloquem Deus como a terceira pessoa entre vocês.

Que Deus te abençoe em Nome de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

 


E receba Ebooks bíblicos para fortalecer a sua fé.

 

Assinado com sucesso!