Compartilhe

I Tm 3:4a ” Que governe bem a sua própria casa…..”

Essa é uma pergunta que faço aos amados irmãos.

 Temos nos preocupado com a grande quantidade de casamentos que tem sido destruídos, por não haver um discernimento do marido, no que tange a responsabilidade de liderar o seu lar.

 Temos observado o quanto os sogros muitas vezes por falta de sabedoria ou até mesmo por excesso de proteção têm interferido nos relacionamentos, chegando até mesmo ao ponto de determinar o que o casal deve ou não fazer.

Amados, muitos problemas poderiam ser evitados, se os próprios filhos colocassem limites nas interferências dos seus pais em seu casamento.

Existem mães super protetoras, que ao chegar á casa do filho (já casado) muda até a posição dos móveis por achar que não está bom. E o filho não diz uma só palavra; ou quando diz, fala somente “deixa, ela só quer ajudar”.  Quando na verdade o filho deveria perguntar para esposa se ela quer que mude os móveis de lugar, caso contrário, falar para a sua mãe que a esposa colocou assim e ela deve deixar assim.

Por que será que existe tanto atrito entre sogras e noras? Talvez não na mesma proporção, mas também entre sogro e genro?

Existe por falta de posicionamento dos próprios filhos que deveriam colocar limites em seus pais.

Evitando assim, que as noras e genros viessem a se indispor.

Deve ser falado com amor e sabedoria, claro, para não magoar a família.

Mas deve se posicionar, construir uma cerca de proteção as interferências externas, pois você casou e a Palavra de Deus nos diz que deixará pai e mãe e se tornará uma só carne.

Como tenho dito em outras mensagens, é um “deixar” para se “apegar”.

Proteja o seu casamento, demonstre com amor quem é que manda na sua casa.

Pr. Alexandre


0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.