A FORÇA DO PERDÃO (PARTE 2)

A FORÇA DO PERDÃO (PARTE 1)
Março 24, 2018
QUANDO VEM A TEMPESTADE…
Abril 7, 2018

A FORÇA DO PERDÃO (PARTE 2)

Texto Base: Gn 50 Vs. 15, 19 -21 continuação…

3) Não existe limites para perdoarmos:

 Jesus nos ensina isto em Mt 18:21-22 que diz “Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.”

Nesta passagem aprendemos que o verdadeiro Cristão deve perdoar infinitamente.

Pois naquela época um bom fariseu deveria perdoar até três vezes.

Então o nosso amado Pedro achou que perdoando 7 vezes estaria sendo o máximo, entretanto,

Jesus nos diz 70X7, mas Jesus não estava dizendo que então perdoássemos 490 vezes e pronto.

Esta é uma linguagem figurativa para entendermos que devemos perdoar INFINITAMENTE.

Quando um irmão faz algo contra mim ou peca contra mim, nós deveríamos perdoa-lo imediatamente no nosso coração, pois em Ef 4:32 diz “Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

O perdão nos liberta de um Espírito amargo e implacável.

4) Quando nós perdoamos estamos sendo Fiéis ao Senhor

O perdão é uma prova de fidelidade ao nosso Senhor, como podemos ser exemplos de bons cristãos e dar bons testemunhos de que Cristo dirige a nossa vida e a nossa família se não perdoarmos?

É através das nossas atitudes, dos nossos posicionamentos diante das pessoas lá fora que iremos mostrar que somos diferentes e que somos fiéis a Deus.

I Jo 1.9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.”

O interessante é que muitos irmãos não estão cumprindo isto, pois nos exige uma renúncia pessoal.

Amados, quando obedecemos a Deus nós estamos muitas vezes renunciando o que desejamos, para cumprir o que Ele nos mandou fazer.

Obedecer a Deus não depende dos nossos sentimentos ou emoções, e sim do nosso caráter e do nosso compromisso com Ele e com a sua Palavra. Goste você ou não.

Por isso devemos pedir perdão, confessando nosso arrependimento e sentindo-nos liberados diante de Deus e da nossa consciência, mesmo que o outro não queira nos perdoar.

Ou se você foi o ofendido, deve perdoar, liberar perdão, e entregar a Deus, para ser dirigido pelo Espírito Santo de Deus, e encontrar a cura interior.

O perdão é uma manifestação clara de amor ao próximo, de amor ao seu marido, de amor a sua esposa, de amor aos seus filhos e ao seu irmão.

É uma das mais nobres e puras manifestações de Cristo em sua vida.

Quando guardamos em nosso coração qualquer ressentimento, mágoa, ódio ou qualquer sentimento que não provém do Senhor, por menor que seja ou que possa parecer aos olhos humanos, ficamos presos por laços e em consequência disto, estamos dando legalidade ao inimigo de nossas almas para entrar em nossas vidas e desestruturar as nossas famílias.

E por consequência disto as bênçãos do Senhor podem não nos alcançar.

Pois perdoar é algo muito complexo, pois é difícil alguém reconhecer o seu erro para que possa pedir perdão e também porque o nosso EU não tem tanta facilidade em liberar o perdão para o outro.

Mas graças a Deus nós somos Verdadeiros Cristãos, convertidos não no sentido figurado da palavra, mas realmente convertidos em Cristo.

Pois Cremos em ALGUÉM que tinha tudo para não perdoar, tinha tudo para se irar e permanecer assim,

Pois foi abandonado pelos seus seguidores, foi traído por alguém muito próximo e mesmo assim… Perdoou.

Todos nós somos cheios de defeitos, cometemos erros, e temos o dever de tanto pedir perdão quanto liberar perdão.

Mas não basta somente abrir a boca e dizer te perdoo, mas principalmente, abrir também o coração.

Lucas 6.45 “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.”

E em Tg 5 : 9 “Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta.”

 Pv 17:22 “O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos.”

5 – É uma escolha que fazemos e não uma emoção.

Colossenses 3:13 “Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.”

Muitos problemas em nossas vidas e igrejas estão relacionados com a FALTA DE PERDÃO, pois quebra a comunhão e impede o fluir de Deus. Como está descrito em 1João 1:7 “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.”

Quem não perdoa anda nas trevas e Deus é luz.

Irmãos, dá pra entender porque Paulo escreve em II Co 2.10” E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás;”

Quando não perdoamos estamos sendo vencidos por satanás!!!

 Por isso que Jesus nos ensina na parábola do credor incompassivo Mt 18.23 em diante e finaliza dizendo no Vs 35 “Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.”

NÃO PERDOAR É SE COLOCAR DEBAIXO DA IRA DE DEUS!!!

Como devemos perdoar: – Tomar a decisão de perdoar a pessoa (escolher) –

Marcos 11:25-26 “E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.

Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.

Depender da Graça de Deus e aceitá-la pela Fé

E em 2Timóteo 2:1 “TU, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.”

Disciplinar os pensamentos não aceitando pensar negativamente contra a pessoa.

Filipenses 4:8-9

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco”

Interceder pela pessoa e abençoá-la em oração. É impossível ter ressentimento contra alguém pelo qual oramos sempre.

Mateus 5:44 “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;”

Perdoar a quem? – AOS PAIS: É Comum que filhos guardem ressentimentos contra seus pais por causa de brutalidades, incompreensões, brigas entre os pais, sentimentos de rejeição, abusos físicos e sexuais, etc.

IRMÃOS, AMIGOS E CÔNJUGES: As maiores decepções e feridas emocionais são causadas pelas pessoas mais íntimas e próximas da gente.

AOS ‘’INIMIGOS’’: (Mateus 5:38-42; 1Pedro 2:21-23).

A SI MESMO: Muitas pessoas sofrem por causa de erros e/ou pecados no passado e não conseguem se perdoar ou aceitar o que aconteceu (Romanos 8:33-34).

PORQUE DEVEMOS PERDOAR? Porque em Cristo fomos perdoados e se não perdoarmos a Graça de Deus não pode fluir em nossas vidas.

Conclusão

Certo menino chega em casa e diz ao pai: O fulano me fez um mal tão grande hoje que eu quero que ele morra de câncer.

-O pai olha para o filho e diz, esta vendo aquele saco de carvão? Traga-o aqui.

O menino o trouxe, então o pai disse:

– Esta vendo aquele lençol branco dependurado no varal de roupa?

Pegue um pedaço de carvão e jogue nele. Quando você terminar de jogar o saco inteiro me chame.

O menino achou o máximo.

Quando terminou, chamou seu pai e disse: Terminei!

O pai o levou para dentro de casa e colocando-o na frente do espelho disse:

Olhe para você “O MENINO ESTAVA TODO MANCHADO DE CARVÃO. DOS PES A CABEÇA!” agora olhe para o lençol. “ O LENÇOL TINHA APENAS ALGUMAS MARCAS DE CARVÃO”

Então o pai lhe disse: “QUANDO PAGAMOS O MAL COM O MAL, NÓS SOMOS OS MAIS PREJUDICADOS.

Deus os abençoe.

Pastor Alexandre e esposa Pastora Rosileni Mansano.

FAMÍLIA PROJETO DE DEUS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

 


E receba Ebooks bíblicos para fortalecer a sua fé.

 

Assinado com sucesso!