MOLDADOS PELO PAI

A Fé que Move o Coração de Deus!
julho 24, 2017
INVESTIMENTO NO REINO!
agosto 13, 2017

Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus
os trata como filhos. Ora, qual o filho que não é disciplinado pelo pai? (Hebreus 12.7).

Quem é pai ou mãe sabe perfeitamente o quanto é difícil
disciplinar um filho. O ser humano já nasce com tendência à rebeldia. Nós pais, precisamos de grandes doses de paciência, para incutirmos em nossos filhos valores e conceitos que moldem um caráter íntegro e uma conduta cristã condizente com a fé que professamos.

Quando castigamos um filho, certamente não é no intuito de
fazê-lo sofrer. Mas sim, de moldá-lo, para que se torne um adulto de bom
caráter. E se formos omissos, pais negligentes ou permissivos em excesso, logo
colheremos esses frutos por meio de pirraças e más criações da nossa prole em público.
Deixando evidente a todos, que as regras que regem a conduta dos nossos filhos
em casa, são bastante frágeis.

Do mesmo modo que buscamos incutir valores e bons princípios
na formação do caráter de nossos filhos. Pois sabemos que “lá fora”, no mundo,
eles nos representam. (Eles farão e dirão o que aprenderam e viram em casa, com
seus pais). Também o nosso Deus nos disciplina com a intenção de nos tornarmos
semelhantes a ELE. Pois O representamos “aqui fora”, neste mundo.

No versículo 10 do capítulo 12 de Hebreus, a Palavra do
Senhor nos diz que: “Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo
lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que
participemos da Sua Santidade”. Quando somos disciplinados pelo Senhor,
certamente não nos regozijamos nisso. A disciplina é algo que dói. Em meio a
ela, não nos sentimos confortáveis. Mas é necessária para aperfeiçoamento do
nosso caráter. Faz parte do nosso crescimento espiritual, ser disciplinado por
Deus.

No versículo 11 segue dizendo que: “Nenhuma disciplina parece
ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém,
produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados”

Quero me ater aqui ao início deste artigo, onde o versículo
7a do capítulo 12 de Hebreus diz que, devemos suportar as dificuldades, recebendo-as como disciplina…

Certamente, quando estamos passando por alguma dificuldade,
raramente nos lembramos de olhar para a situação por este ângulo. Da disciplina.
Mas é o que devemos fazer! Pois quando nossas vidas estão nas mãos Daquele que
conhece e controla todas as coisas, nada acontece sem a permissão e propósito
de Deus.

Algumas disciplinas são dolorosas de aceitar. Mas se
olharmos para as nossas dificuldades com um olhar espiritual, certos de que
Deus sabe todas as coisas e têm vitória para as nossas vidas mais á frente, a
situação se torna menos penosa. Os amados já refletiram sobre os frutos que
produzimos em nossas vidas, após uma provação? Após uma luta? Quem melhor para falar
sobre determinada dor, mágoa ou aflição, do que aquele que já passou por algo
semelhante?

Por meio do sofrimento somos disciplinados; moldados a imagem
e semelhança do nosso Senhor; tornamo-nos participantes de Sua Santidade e
também capacitados a produzir frutos para o Reino; que de outra forma, não produziríamos,
por ignorar a dor ou o problema que o nosso próximo pode estar enfrentando.

Então, amado irmão e irmã em Cristo Jesus, seja qual for a
dor, o problema ou a situação pela qual você possa estar atravessando, tenha
isso em mente: – Jesus está atravessando com você!

Deus não nos desampara em meio as nossas lutas, assim como
nós não desamparamos a um filho quando o disciplinamos. Pelo contrário,
disciplinamos com amor, com um propósito. E Deus tem um propósito em todas as
coisas também. Talvez seja difícil entendermos isso enquanto estivermos
passando pela dificuldade. Mas lembre-se que “Tudo coopera para o bem daqueles
que amam ao Senhor” Romanos 8.28a).

Deus abençoe a sua vida e família.

Prs. Alexandre e Rosileni Mansano

“Família, um projeto de Deus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *